Como melhorar o timbre do Cavaquinho

Hoje vamos falar sobre um dos componentes do nosso CAVACO, que pelo tamanho, parece ser insignificante. Trata-se do RASTILHO!!! Essa pequena peça que fica no canal do cavalete, onde as cordas são apoiadas. 

A função desta pequena peça, é transmitir ao TAMPO do instrumento, toda a vibração das cordas, para que este, amplifique esta vibração, transformando-a em ONDAS SONORAS dentro da caixa de ressonância, e consequentemente o instrumento tenha VOLUME!!!! que é o que se espera de qualquer instrumento. O que ocorre, é que nem todos os músicos, possuem instrumentos feitos à mão, onde normalmente os RASTILHOS são fabricados com OSSO BOVINO TRATADO!!!!! 

Devido a alta densidade do osso, este material é o mais usado para esta finalidade, e nos cavacos produzidos em série, normalmente as Fábricas utilizam PLÁSTICO para a fabricação do rastilho, por ser uma material mais fácil de trabalhar, e principalmente, mais BARATO. E aqui vai a nossa dica, para você que tem um instrumento feito em série, dar uma melhorada no som do seu cavaco: SUBSTITUA O RASTILHO!!!!! pois esta é uma operação bem simples que você pode fazer em casa mesmo. 

Basta comprar um rastilho de OSSO como esse da foto, encontrado facilmente nas lojas de instrumentos e acessórios, e você mesmo, com o auxílio de duas folhas de lixa (média/fina) poderá trocar este componente do seu cavaco, utilizando o próprio rastilho original de plástico, como medida!!! Com um pouco de paciência você poderá fazer este trabalho, e melhorar o timbre do seu instrumento!!! (Dica enviada por: André Muraro Luthier)






2 comentários

Valeu parceiro, muito útil a sua informação.

Reply

Lembrando também que os instrumentos fabricados em serie muitas vezes vem com o rastilho muito alto, assim, as cordas ficam distantes demais do braço e dificultam na execução do acorde e ainda por cima aumentam a dor e o desconforto, pois o musico tem que colocar mais força para conseguir a sonoridade perfeita.

DICA: Use o rastilho antigo de medida e faça o de osso igual, mas, tente deixar o seu um pouco mais baixo para que as cordas fiquem mais próximas do braço e das "casas", fazendo isso, você perceberá que mesmo colocando pouca força os acordes não sairão com som abafado.

CUIDADO: NÃO BAIXE DEMAIS AS CORDAS, POIS SE FIZER ISSO O INSTRUMENTO COMEÇARÁ A TRASTEJAR (quando as cordas encostam nos trastes que não fazem parte da nota ou acorde, elas fica com um som tremido e meio metálico).

Reply

Postar um comentário